As Cronicas do Condado das Nuvens

Capítulo 3

A vingança de Relgore

Em Minas Novas, vivia-se um clima pesado. O condestável, Mário Kranshup havia falecido como consequência pelas suas acções contra Maria, que haviam despoletado a raiva dos seus familiares e servos. De alguma forma, contudo, pesava o sentimento de que esta não havia sido a atitude correcta, de que poderia ter havido uma outra maneira de resolver esta crise.

Este pensamento não deixou nenhum dos envolvidos descansar verdadeiramente em paz na noite seguinte. Na sequência dos eventos, ninguém se havia apercebido da ausência de Nagara. O alerta foi dado por Beck. As circunstâncias em que o druida havia desaparecido não eram claras, mas o desaparecimento de um dos heróis motivou de imediato um esforço dos aventureiros para recuperar o seu camarada desaparecido. Segundo Beck, havia apenas um local na vizinhança da vila onde os raptores se poderiam esconder: as minas abandonadas de Minas Novas

Estas minas tinham sido abandonadas por se acreditar estarem assombradas. Há cerca de dez anos, quando ainda estavam activas, o minério começou a desaparecer inexplicavelmente – da noite para o dia, veios ricos em cobre e prata ainda embutidos na rocha desapareciam sem haver sinais sequer da rocha ter sido minada. Mais tarde, depois de todo o minério valioso ter desaparecido em semanas perante o olhar estupefacto dos mineiros, as partes metálicas do equipamento – pás, cabeças de picaretas, lanternas, até os carris dos vagões e os pregos que prendiam as vigas de ferro ao tecto da mina – desapareceram sem explicação plausível. Os mineiros partiram em busca de trabalho noutras vilas, deixando Minas Novas quase sem população.

A mina havia sido encerrada, mas a sua entrada havia sido recentemente arrombada. Outros sinais também sugeriam que a mina estivesse a ser utilizada recentemente. Enquanto exploravam a mina, era óbvio que a estrutura não era segura e alguns dos túneis haviam inclusive colapsado. No seu interior, a companhia surpreendeu um pequeno grupo de hobgoblins. Apesar de os hobgoblins sofrerem baixas pesadas, um segundo grupo de hobgoblins chegou do exterior e sua superioridade numérica provou ser um desafio demasiado forte para os aventureiros: Kell ficou gravemente ferido e Beck foi incapacitado para a vida com um golpe cruel desferido na coluna pelo líder do grupo.

O líder deste grupo, um espécime possante e com a pele cheia de cicatrizes, anunciou a razão do ataque num tom arrogante e cheio de desprezo: enviados por Relgore, este grupo tinha o objectivo de assassinar a companhia como vingança pela morte do seu filho. Após um pequeno discurso sobre a superioridade dos hobgoblns sobre as raças humanóides, os hobgoblins fazem as minas colapsar, esperando que uma morte à fome ou por falta de ar seria uma penitência adequada ao seu crime.

A companhia não desmoralizou. Face ao dilema de proteger os camaradas feridos ou procurar uma saída, os aventureiros preferiram deixar Beck bem armado e explorar a possibilidade de sair por outro lado. Não havia evidência da presença de Nagara nas minas e as hipóteses de fuga não se agoiravam favoráveis: muitos dos túneis havíam colapsado e depressa ganharam a impressão de que não se encontravam sozinhos no complexo. De facto. os aventureiros foram atacados por estranhos seres não identificados que emergiam da terra, bem como elementais que irromperam de um segmento da mina que estava revestido de electrum. Um golpe de sorte deixou-os aperceber de um segmento colapsado da mina que permitia uma comunicação com o exterior do complexo. Quando saíram da mina, exaustos do esforço de mover pedra, já havia passado um dia.

A companhia transportou Beck para a mansão, onde após descansar e recuperar forças, Surma prometeu emocionadamente restaurar a habilidade de andar ao velho guarda. A notícia de que existiam veios de electrum em Minas Novas prometia restaurar o interesse na vila como centro mineiro. Antes de partirem de Minas Novas, um mensageiro entregou uma mensagem misteriosa a Agnar. Quando questionado, o rapaz não sabia o nome do remetente ou como ele sabia onde encontrar o aasimar. Quem pagou ao mensageiro para entregar a mensagem estava encapuçado e havia dado indicações específicas sobre a sua localização. Ao abrir a folha de pergaminho, Agnar leu e partilhou com os presentes:

Agnar, esta profecia fala de nós. Quando o chamamento vier, não o recuses.



"Antes que o Inverno ceda ao Crepúsculo e o Verão seja o Anoitecer;

Depois de dois fracassos se tornarem num sucesso e dos Mortos voltarem a viver;

No Prenúncio, o Seis será o número da perfeição;

O Poder Universal libertado após relâmpago e trovão;

Todos os presentes na cerimónia serão confrontados com o Poder;

E os restantes viverão? Mas o Errado nunca os fará saber."

- Prenúncio do Poder Universal, Phorophoro

Nesta altura, os aventureiros não dispunham de muita informação quer sobre Phorophoro ou sobre esse Poder Universal mencionados. Com os cavalos prometidos por Jacob como recompensa, os aventureiros partiram de novo em direcção à Torre das Escamas de Pérola, com a consciência pesada pelo desaparecimento do seu companheiro Nagara e intrigados sobre o propósito da carta entregue a Agnar.

Comments

shaarlander

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.